"In virtute sunt multi ascensus"

 

 

 

 

A Sociedade
O Collegium

Depois de um longo e necessário período de consolidação da Sociedade no Brasil, onde os fratres de maior grau trabalharam arduamente e em conjunto para o sucesso da empreitada, devidamente amadurecidos, fincadas as raízes em 2009, no ano de 2013 observamos o florescimento dos trabalhos do Colégio Crux Australis.

Com sede administrativa em Curitiba, Paraná, e jurisdição sobre toda a Região Sul do país, o Colégio trabalha nas primeira e segunda ordens, tendo autorização para realizar cerimônias e iniciações do Iº ao VIIº grau.

Cabem agradecimentos especiais aos fratres Edmund Harrison, nosso mentor, e Jonathan Cross, nosso “coach” rosicruciano.

A Estrutura

A sociedade é regida internacionalmente pelo Magus Supremo e seu Alto Conselho. É distribuída em Colégios, governados por um Adepto Chefe. Cada Colégio é presidido por um celebrante e seus oficiais eleitos ou nomeados anualmente. Um membro da Sociedade (chamado de frater, “irmão” em latim, pl. Fratres) aspira ao progresso através de uma série de nove graus, cada qual com impressionante cerimônia ritual própria, distribuídos em três ordens distintas:

1ª Ordem:


I – Zelator
II – Theoricus
III – Praticus
IV – Philosophus

2ª Ordem:


V – Adeptus Minor
VI – Adeptus Major
VII – Adeptus Exemptus

3ª Ordem:


VIII – Magister Templi
IX – Magus

Os principais oficiais de um Colégio são o Celebrante, o Expoente, os Anciãos, e o Secretário.

Membros - Oficiais - Equipes de Graus
subir